artigo recomendado


Lopez, Felix, & Almeida, Acir. (2017). Legisladores, captadores e assistencialistas: a representação política no nível local. Revista de Sociologia e Política, 25(62), 157-181.
O artigo analisa a representação política local, focando as percepções e práticas cotidianas dos vereadores. Em particular, analisam-se suas escolhas entre estratégias de representação clientelistas e universalistas. Utilizam-se dados originais de entrevistas abertas semiestruturadas com amostra não representativa de 112 vereadores de 12 municípios de Minas Gerais. Por meio de análise qualitativa, classificam-se os vereadores em três tipos, de acordo com sua principal estratégia de representação, a saber: “legislador”, que se dedica mais às funções formais da vereança; “captador”, que prioriza o atendimento de pedidos coletivos dos eleitores; “assistencialista”, que prioriza o atendimento de pedidos particulares. Os resultados sugerem que essas estratégias são qualitativamente distintas e que a probabilidade de ocorrência do tipo assistencialista é maior em municípios pequenos, crescente no acirramento da competição política e decrescente na volatilidade eleitoral.
__________________________________________________________________________________

26 de novembro de 2017

a coautoria na Ciência Política brasileira

[Swiss Gymnastics
Date taken: April 1938
Photographer: Hansel Mieth]



A colaboração na Ciência Política brasileira: um estudo exploratório do padrão de coautorias em periódicos nacionais

Adriano Codato, Rodrigo Horochovski, Neilor Camargo, Lucas Massimo
Universidade Federal do Paraná (Brasil)

9 º Congreso ALACIP
Panel Grupo Historia de la Ciencia Política
26-28 de Julio de 2017, Montevideo



À primeira vista, tem crescido o número de coautorias em artigos na Ciência Política brasileira publicados nos principais periódicos da área.
Esta pesquisa explora dados sistemáticos da base SciELO Analytics Brasil para determinar a magnitude desse fenômeno.
Hipótese: quanto mais a Ciência Política brasileira se aproxima de um padrão de ciência "normal", mais cresce a coautoria; esse fenômeno está ligado ao aumento quantitativo de cursos e de alunos na pós-graduação; ele é muito maior do que na Sociologia e na Antropologia, e mais ainda do que nas outras carreiras de Humanidades (História, Filosofia, etc.).



LaCC - Laboratório de Análise do Campo Científico (UFPR, Brasil)



download
http://bit.ly/2BdDCdJ
[ppt]