artigo recomendado


Lopez, Felix, & Almeida, Acir. (2017). Legisladores, captadores e assistencialistas: a representação política no nível local. Revista de Sociologia e Política, 25(62), 157-181.
O artigo analisa a representação política local, focando as percepções e práticas cotidianas dos vereadores. Em particular, analisam-se suas escolhas entre estratégias de representação clientelistas e universalistas. Utilizam-se dados originais de entrevistas abertas semiestruturadas com amostra não representativa de 112 vereadores de 12 municípios de Minas Gerais. Por meio de análise qualitativa, classificam-se os vereadores em três tipos, de acordo com sua principal estratégia de representação, a saber: “legislador”, que se dedica mais às funções formais da vereança; “captador”, que prioriza o atendimento de pedidos coletivos dos eleitores; “assistencialista”, que prioriza o atendimento de pedidos particulares. Os resultados sugerem que essas estratégias são qualitativamente distintas e que a probabilidade de ocorrência do tipo assistencialista é maior em municípios pequenos, crescente no acirramento da competição política e decrescente na volatilidade eleitoral.
__________________________________________________________________________________

13 de dezembro de 2017

periódicos de ciência política do Brasil

[grafo do Gephi para os seis 
principais periódicos de 
Ciência Política do Brasil: 
549 artigos (2013-2016)]



Mesas separadas? 

Uma análise das citações concedidas e recebidas dos periódicos de Ciência Política no Brasil


Adriano Codato
Rodrigo Horochovski
Neilor Camargo
Lucas Massimo


No grafo, os artigos estão agregados em nós únicos que representam os periódicos em que foram publicados, os quais se conectam aos autores referenciados nos artigos.
O Cálculo de modularidade (resolução 1.0) resultou em seis comunidades. A distribuição (layout) do grafo representa esta divisão. Cada uma das revistas analisadas ficou em uma das comunidades identificadas pelo software. Como resultado, pode-se conjecturar que cada revista nucleia uma comunidade de autores/temas.


Conference: 41o. Encontro Anual da Anpocs October 2017
DOI: 10.13140/RG.2.2.28170.36801



download
http://bit.ly/2z8fUkT
Research Gate
[ppt]

posições sociais e recrutamento político: um debate metodológico e um modelo novo

[senador Romero Juca (PMDB-RR) 
em sessão ordinária no Congresso 
(foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)


article:
Social positions and political recruitment: A study of Brazilian senators

Adriano Codato, Lucas Massimo e Luiz Domingos Costa

Tempo Social 29(3):111-135 November 2017

DOI10.11606/0103-2070.ts.2017.125879



Abstract

This article discusses the methodology for the definition, classification, and measurement of social positions of the parliamentary political elite. We present some theoretical and methodological strategies for classifying the variable “occupation held prior to political career”, and suggest the use of more than one indicator for this measurement. We argue that a typology of both social and political characteristics of parliament members is the best way to grasp the transformations on the patterns of political recruitment throughout the 20th century. The first model we tested classified Brazilian senators elected between 1918 and 2010 among occupations conventionally used in studies on political elites. The second applied model seeks to change the coding of occupations so as to grasp this group’s sociopolitical transformations over time. We conclude with a new classification suggestion, which results from a typology sensitive to the varying values ascribed to professional occupations throughout history.



download
http://bit.ly/2Aiy15E
Research Gate
http://bit.ly/2AiaHoq
Academia.edu
[pdf]

26 de novembro de 2017

a coautoria na Ciência Política brasileira

[Swiss Gymnastics
Date taken: April 1938
Photographer: Hansel Mieth]



A colaboração na Ciência Política brasileira: um estudo exploratório do padrão de coautorias em periódicos nacionais

Adriano Codato, Rodrigo Horochovski, Neilor Camargo, Lucas Massimo
Universidade Federal do Paraná (Brasil)

9 º Congreso ALACIP
Panel Grupo Historia de la Ciencia Política
26-28 de Julio de 2017, Montevideo



À primeira vista, tem crescido o número de coautorias em artigos na Ciência Política brasileira publicados nos principais periódicos da área.
Esta pesquisa explora dados sistemáticos da base SciELO Analytics Brasil para determinar a magnitude desse fenômeno.
Hipótese: quanto mais a Ciência Política brasileira se aproxima de um padrão de ciência "normal", mais cresce a coautoria; esse fenômeno está ligado ao aumento quantitativo de cursos e de alunos na pós-graduação; ele é muito maior do que na Sociologia e na Antropologia, e mais ainda do que nas outras carreiras de Humanidades (História, Filosofia, etc.).



LaCC - Laboratório de Análise do Campo Científico (UFPR, Brasil)



download
http://bit.ly/2BdDCdJ
[ppt]



14 de janeiro de 2017

resenha: retratos da classe política brasileira (2)

[Deputado Heráclito Fortes
PSB/PI]




Bruno Fernando da Silva, Da seleção de candidatos ao recrutamento político no Brasil (1986-2014). Política & Sociedade, vol. 15, n. 32, 2016.



Resenha de CODATO, Adriano; COSTA, Luiz Domingos; MASSIMO, Lucas (Eds.). Retratos da classe política brasileira. Estudo de Ciência Política. Saarbrücken: Novas Edições Acadêmicas, 2015. 333 p.

Retratos da classe política brasileira é uma coletânea de artigos de Ciência Política que reúne trabalhos que contemplam desde a seleção de candidatos e as motivações para o ingresso na política até o recrutamento político e os determinantes do sucesso eleitoral. A obra, dividida em dez capítulos, fornece uma grande contribuição para o campo de estudo de elites políticas, enfatizando, sobretudo, a importância de variáveis políticas e sociais para compreender fenômenos políticos. Além disso, os trabalhos contidos no livro promovem um intenso debate com estudos nacionais e internacionais da área, trazendo importantes reflexões teóricas e metodológicas para se tentar compreender os processos em andamento na política nacional. O livro, portanto, partilha do mesmo interesse recente
demonstrado por pesquisas como de Rodrigues (2002 e 2006), Marenco dos Santos e Serna (2007), Perissinotto et al (2007), Braga (2008), Perissinotto e Miríade (2009), Coradini (2012), Marenco dos Santos (2013) e outros tantos. Para esses autores, a classe política brasileira é um fenômeno relevante a ser explicado e, para isso, deve-se investigar desde aspectos sociais de candidatos e eleitosaté a importância de variáveis demográficas, partidárias e ideológicas.

[continua...]

download
http://bit.ly/2jkpDgv
[pdf]


.

resenha: retratos da classe política brasileira (1)

[Detectores de Altura nº 11, 2000
processo cromógeno
80,0 x 125,0 cm (80,0 x 125,0 cm)
montagem
© Marcelo Zocchio]


ARAUJO, Paulo Magalhães. Rev. Bras. Ciênc. Polít.,  Brasília ,  n. 19, p. 317-330,  Apr.  2016.


Resenha de Codato, Adriano; Costa, Luiz Domingos; Massimo, Lucas. Retratos da classe política no Brasil: estudos de ciência política. Saarbrücken: Novas Edições Acadêmicas, 2015.

A separação entre governantes e governados nos sistemas políticos modernos evoca o recrutamento político e a formação de elites como centrais na discussão sobre a democracia. Tipicamente, estudos sobre recrutamento político permitem rastrear a trajetória dos representantes desde suas origens sociais, passando por processos de diferenciação que as "descolam" de tais origens, até sua entrada nas arenas de poder (Czudnowski, 1975). Já os estudos sobre elites, em termos estritos, visam entender as configurações sociopolíticas desse segmento social, sua distribuição nas arenas de poder, bem como suas atitudes, opiniões e tendências comportamentais (Anastasia et al., 2010). Sem dúvida, as elites políticas eletivas são privilegiadas nessas duas vertentes de estudos. É inegável a importância dessas pesquisas para o entendimento das dinâmicas referentes à composição e aos potenciais da representação democrática (Anastasia et al., 2010).

Este é logicamente um campo complexo de pesquisa. Novato ou experiente, um pesquisador brasileiro que resolva investir em estudos na área deve dedicar muito esforço para localizar a dispersa - embora crescente - produção bibliográfica e organizá-la a partir de seus recortes temáticos, perspectivas teóricas, estratégias analíticas, metodologias... Um dos méritos do livro Retratos da classe política no Brasil é, precisamente, oferecer ao leitor um portfólio das pesquisas na área, mobilizando uma literatura ampla e atual para avaliar a origem, a formação e o perfil da elite política brasileira - e dos segmentos sociais que buscam integrá-la.

A coletânea foi lançada como e-book e reúne trabalhos já publicados ao longo dos últimos três anos, na forma de artigos ou capítulos de livros, por um grupo de pesquisadores que compartilham o interesse pelo tema. Embora variem em termos dos objetivos específicos, do tipo de dados mobilizados e dos métodos e técnicas de análise, os textos que compõem a obra refletem um esforço coletivo de pesquisa que busca integrar dimensões referentes à estrutura socioeconômica, à cultura, às instituições formais e aos elementos subjetivos que orientam as ações políticas. A tipologia adotada varia levemente de um capítulo a outro conforme o foco do estudo, mas a tripartição das dimensões em socioestrutural, político-institucional e atitudinal - proposta por Bruno Bolognesi e Pedro Medeiros - encampa o esforço geral da obra de identificar e integrar os fatores explicativos dos fenômenos em análise.

[continua...]

download
http://bit.ly/2jk6ACZ
[pdf]

http://bit.ly/2jk0BxG
[html]

 .